Loading...

terça-feira, 15 de junho de 2010


Amo-te

pelos elos e pelos nós
Elos que entrelaçam
Nós que não desatam

amo-te
pelos dedos e pelas mãos
Dedos que tocam
Mãos que acalmam

amo-te
pela luz e pela sombra
Luz que cheira infinito
Sombra que silencia o grito

amo-te
pelo eterno e pelo belo
Eterno na imensidão
Belo na paixão

amo-te

finalmente pelo amor
Largo
Intenso
Profundo
amor sem nenhum pudor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário