Loading...

terça-feira, 15 de junho de 2010


Não me queiras tarde, seja breve, meu bem!
O dia se finda, e a noite, vem chegando...
Ambiciona-me à luz, não me deixas chorando,
Porque ao crepúsculo já não serei ninguém!...
.
Nas sombras dos dias eu estarei te amando,
Nas trevas, minh’alma, vagueia ao além...
Os meus sonhos são sombrios, e a desdém
Sobre o meu leito branco me verás voando!...
.
De todos os dias, há um fim, pra se esperar...
E das rosas há apenas uma p’ra te entregar
A mais forte, de cor plena, a da minha paixão!
.
Seja breve, ó meu bem, não me queiras tarde,
Dentro de mim há um sangue quente que arde
No fogo extenso, da noite avara, dum coração!...

Nenhum comentário:

Postar um comentário