Loading...

terça-feira, 15 de junho de 2010

Inocencia


Devolva-me a inocência perdida nos caminhos da vida...
Vêm me amar, não vês que te preciso?
Embriaga-me de amor...
Segura minha mão, me pega no colo,
Me leva contigo, te preciso...
Não me deixe aqui, não me deixa assim...
Tenho medo do escuro, você é minha luz, meu porto seguro...

Depois de ti voltei a acreditar em anjos, arcanjos, querubins...
Es meu começo, meio e fim...
Perdoa-me, mas só sei amar assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário